Expandir a Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil

A Plataforma investMCTI tem o objetivo de ser um HUB fazer o matchmaking entre os investidores e os projetos de Ciência e Tecnologia brasileiros, gerando um ambiente de negócios mais produtivo e inovador.

Por que investir em CT&I no Brasil?

A força do agronegócio brasileiro

Segundo maior país em produção de grãos, o Brasil tem aumentado sua produtividade pela aplicação de novas tecnologias e não pelo aumento de área plantada. A produção de grãos do Brasil cresceu mais de 300% entre 1997 e 2020, enquanto a área plantada avançou cerca de 60% apenas, de acordo com a Conab. Agritechs brasileiras têm utilizado tecnologias como inteligência artificial, IoT, Big Data, drones, entre outros.

Potencial da Biodiversidade Brasileira

Contribui com serviços ecossistêmicos que garantem a produção de alimentos, a disponibilidade de água potável e a polinização. O Brasil tem um patrimônio genético de aproximadamente 200 mil espécies registradas em seu território, mas o cálculo é que exista por volta de US$1,8 milhão - com apenas 11% estão catalogadas, um enorme potencial para produção de novos produtos cosméticos, farmacológicos, além de outros bioprodutos. Segundo o CGen, calcula-se que o Brasil detenha cerca de 20% da biodiversidade do planeta.

mais avançadas estruturas para estudo de física de partículas

Sirius, a nova fonte de luz síncrotron brasileira, é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País. Este equipamento de grande porte usa aceleradores de partículas para produzir um tipo especial de luz, chamada, luz síncrotron. Essa luz é utilizada para investigar a composição e a estrutura da matéria em suas mais variadas formas, com aplicações em praticamente todas as áreas do conhecimento, tais como novos elementos, materiais avançados e estruturas biológicas.

pesquisa, produção de conhecimento e tecnologias

O Brasil ocupa a 14º posição no ranking mundial de produção científica, possui mais de 300 instituições científicas, tecnológicas e de inovação e mais de 100 institutos nacionais de ciência e tecnologia, com extensa estrutura de pesquisa espalhada por todas as regiões do país. Com 19 milhões de profissionais com curso superior, sendo mais de 1,6 milhões de mestres e 400 mil doutores.

Matriz energética baseada em fontes renováveis

As fontes renováveis de energia, incluindo hidráulica, eólica, solar e bioenergia, chegaram a 46,1% de participação na matriz energética. O Brasil respondeu por 2% da energia mundial segundo o Balanço Energético Nacional do ano base 2019 (edição 2020). Possui grande potencial de energia solar e eólica, com incidência solar constante e potencial de geração entre 4.444 Wh/m² a 5.483 Wh/m², enquanto na energia eólica é estimado em 500 gigawatts (GW), com um dos melhores ventos do mundo, constante, forte e unidirecional.

Exploração de recursos naturais

O Brasil é o segundo maior produtor de ferro do mundo, terceiro maior de bauxita e manganês, possuindo a segunda maior reserva mundial de terras raras, destes, 98% das reservas de nióbio e nona maior reserva de urânio do mundo com apenas 30% do território mapeado. Detentor de 12% de toda a água doce do planeta, sendo a maior reserva de água doce do mundo. O Brasil, ainda, é referência na exploração de petróleo em águas profundas.

O mercado de Startups e unicórnios no Brasil

O Brasil tem 12.700 startups, segundo a Associação Brasileira de Startups (AbStartups), sendo o oitavo país em número de unicórnios (empresas com valor de mercado acima de US$ 1 bilhão). Esse mercado cesceu 20 vezes nos últimos 10 anos, embora 73,2% das startups no Brasil nunca tenham recebido investimentos. Além disso, 42,1% das startups do Brasil tem foco em B2B. O Brasil, segundo relatório da CB Insights, possui um dos 10 unicórnios mais valiosos do mundo.